2 de nov de 2009







Uma das poucas vezes em que o mundo como um todo celebra as mesmas coisas se encontra nos dias 31 de outubro, 01 e 02 de novembro...
O primeiro nos prepara para a vinda dos espíritos, o segundo pede ajuda dos santos e o terceiro faz as pazes com seus mortos...Não casualmente, período astrológico de domínio do signo de Escorpião que representa 'o destruir para renascer'...
Desde tempos imemoriais, os seres humanos celebram seus mortos...mesmo que o falecido só tenha feito uma coisa de útil na vida: morrer...

Independente de classe social, poder econômico ou reconhecimento público, TODOS ao nascer tem apenas uma certeza na vida: irão morrer! 
Muitos temem esse dia, e passam uma parte da vida tentando corrigir seus erros com medo da danação eterna! Aliás, com raras exceções, a religião é pródiga em em criar visões aterrorizantes nas almas dos pecadores vivos...Mas independente da religião, minha crença é uma só: 'A RODA GIRA ETERNAMENTE, PORTANTO, TUDO QUE VEM, VOLTA'.
Então, como explicar a vida dos oportunistas, dos que fazem o mal por fazer?
A 'roda' não pára com a morte...isso é o mais próximo que entendo do pensamento oriental - o 'karma'!
Aos mortos, que descansem em paz! Já tenho muitos problemas com os vivos!
REFLORIPA