7 de mar de 2011

MELHORANDO O HUMOR....


A HORA MÁGICA...


Pés contentes na manhã de março.
Ó vida! Ó quinta-feira inteira!
pisando a areia que canta, o barro que clapeclape,
a poça d`água que rebrilha.
Há de ser sempre assim, não vou crescer,
não vou ser feito os grandes, apressados,
aflitos, de fumo no chapéu,
esporas galopantes.
O dia é todo meu. E este caminho,
estas pedras, estes passarinhos, este sol espalhado
em cima de minhas roupas, de minhas unhas.
Tenho canivete Rodger, geléia, pão de queijo
para comer quando quiser.
Posso devassar o mato grande até Guanhães,
descobrir tesouros, bichos nunca vistos,
quem sabe se um feiticeiro, um ermitão,
a ondina ruiva do Rio do Tanque.
Igual aos índios, igual a mim mesmo, quando sonho.


Carlos Drummond de Andrade - do livro Boitempo (1), onde o poeta discorre sobre a vida simples de sua família, no campo, sobre os dias de sua infância.


AFINAL, NÃO SE PODE FICAR DE MAU HUMOR O TEMPO INTEIRO....
MAS QUALQUER COISA...PODEMOS VOLTAR A FICAR ASSIM, QUE NEM O MENININHO ABAIXO:


Aliás, esse meninho parece muito com um grande amigo meu... kkk
Agradecimento especial ao nosso Anjo... que nos enviou o material!!!
Valeu!

BUENAS GENTE
UMA BOA SEGUNDA
E CONTINUAMOS 
NO CARNAVAL...
ALGUÉM TRABALHA HOJE?
...
BJOKAS SURTADAS
REGINA