15 de out de 2013

Pequena explicação...

imagem de arquivo d'ASSURTADAS®
cópia permitida com citação da fonte

TODOS AQUI SABEM QUE NÃO PROFESSO RELIGIÃO ALGUMA, ACREDITO EM TODAS E EM NENHUMA AO MESMO TEMPO... INCLUSIVE, NÃO GOSTO DE COLOCAR TEXTO RELIGIOSOS EM RESPEITO AS MAIS DIFERENTES RELIGIÕES QUE EXISTEM.
DIFICILMENTE, COLOCAMOS NOMES DE SANTOS, DEUSES OU QUAISQUER OUTRAS CITAÇõES E ALUSÕES À CRENÇÅS RELIGIOSAS... 
MAS HOJE  ABRO UMA EXCEÇÃO, POIS
 NESSE CASO ESSE TEXTO ESPECIFICAMENTE CAIU NO MEU COLO EM MOMENTO QUE - NÃO ACREDITANDO EM COINCIDÊNCIAS - O ASSUNTO APENAS ESTAVA NASCENDO NO MEU PENSAMENTO...
CHAMA-SE ORAÇÃO DA ESPERANÇA
É DA LINHA DE PENSAMENTO ESPÍRITA
AUTORIA DE BEZERRA DA SILVA.


Senhor!

Os homens reunem-se no mundo pra pedir, reclamar, maldizer; legiões humanas devotadas a fé entregam-se para que as comandes; multidões sintonizam contigo buscando servir-Te.

Permite-nos, agora, um espaço para a gratidão por estes dias de entendimento fraternal, vividos na Casa que nos emprestastes para o planejamento das atividades evangélicas do futuro. Como não estamos habituados a agradecer e louvar sem apresentar o rol de nossas súplicas, permite-nos fazê-lo de forma diferente.

Quando, quase todos pedem pelos infelizes, nós nos atreveremos a suplicar pelos infelicitadores; quando os corações suplicam em favor dos caídos, dos delinqüentes, dos que se agridem, nós nos propomos a interferir em benefício dos que fomentam as quedas, os delitos e a violência; quando os pensamentos se voltam para interceder pelos esfaimados, os carentes, os desiludidos, nós nos encorajamos a formular nossas rogativas por aqueles que respondem por todos os erros que assolam a Terra, estabelecendo a miséria social, a falência e a derrocada nas rampas éticas do comportamento.

Não Te queremos pedir pelas vítimas de todos os matizes, senão, pelos seus algozes, os que entenebreceram os sentimentos, a consciência e a conduta, comprazendo-se, quais chacais, sobre os cadáveres dos vencidos.

Tu que és o nosso Pastor e prometestes apoio a todas as ovelhas, tem misericórdia deles, os irmãos que se cegaram a si mesmos e, ensandecidos, ateiam as labaredas do ódio na Terra e fomentam as desgraças que dominam o mundo.

Tu podes fazê-lo, Senhor, e é por isto que, em Te agradecendo todas as dádivas da paz que fruímos, não nos podemos esquecer desses que ardem nas labaredas cruéis da ignorância, alucinados pelos desequilíbrios que os tornam profundamente desditosos.


Retira dos nossos sentimentos de amor a cota melhor e canaliza-a para os irmãos enlouquecidos na volúpia do prazer, que enregelaram o coração longe dos sentimentos de humanidade e que terão de despertar, um dia, sob o látego da consciência que ninguém poupa.

Porque já passamos, em épocas remotas, por estes caminhos, é que Te suplicamos por eles, os irmãos infelizes que desconhecem a própria desdita.

Quanto a nós, ensina-nos a não fruir de felicidade enquanto haja na Terra e na Pátria do Cruzeiro os que choram, os que se debatem nos desvãos da perturbação, e consciente ou inconscientemente Te negam a sabedoria, o amor e a condução de ternura como Pastor de nossas vidas.

Quando os Teus discípulos, aqui reunidos, encerramos esta etapa, damo-nos as mãos, e, emocionados, repetimos como os mártires do passado:

- Ave Cristo! Em Tuas mãos depositamos nossas vidas, para que delas faças o que Te aprouver, sem nos consultar o que queremos, porque só Tu sabes o que é melhor para nós...

Bezerra de Menezes

UM ABRAÇO POVO SURTADO!
REGINA