27 de nov de 2013

A ARTE DE MANTER A BOCA FECHADA...


Reza a lenda que em boca fechada não entra mosca, comida e nem sai merda. O que significa isso? Que precisamos deixar de ser idiotas, ansiosos e filhos da puta. Outra interpretação: menos parvoíce, gulodice e sem-vergonhice!
Na verdade, a crença em geral diz que se temos dois ouvidos e apenas uma boca, deveríamos ouvir mais e falar menos…Deveríamos…
A tendência quando se fala demais é dizer besteira, o que não é nenhum crime, pode ofender alguns, fazer outros rirem, mas no final das contas ninguém sai com grandes mágoas. O outro lado da moeda quando isso ocorre é ter como resultado a maledicência, o veneno, fomentar a intriga, enfim, fazer mal à outrem. Preferível, com certeza, ficar de boca fechada.
A boca fechada é tão mais elegante nas horas em que você se encontra realmente com ganas de matar alguém, mas como é difícil fazer isso. Muitas vezes, você se obriga a ficar calado porque não tem noção do que foi dito, apenas uma percepção que algo ruim foi feito, mas que nos seus ouvidos não chegaram ainda e quando chegam é tarde demais para tomar alguma atitude, ou pior, não vale a pena. Pessoas dessa laia - que possuem apenas como prazer único maquinar, engendrar situações constrangedoras, resumindo que gostam de ver um circo pegando fogo - têm de ser mantidas à distância.
Esse calibre de gente vive rodeado de outros do mesmo nível ou pior, que se alimentam de sua boca aberta, indignada diante da injustiça, da sacanagem, da mentira e de tudo mais.
Nesse caso, e somente nesse, mantenha a sua boca BEM fechada. Cerrada. Grampeada. Coladinha…porém, NA FRENTE DELES, nunca deixe de lhes dar seu melhor sorriso. Boca fechada sim. Idiota, nunca!
Sei o quanto isso é difícil, mas tente com todas as suas forças porque com certeza você estará se preservando, não alimentando a má-fé e a postura sem ética que, pelo visto, vem se tornando a regra na sociedade brasileira. Mas desse assunto a gente fala outro dia…

TENHAM UM BELO DIA
BEIJOKAS SURTADAS GENTE!