30 de jun de 2014

Obesidade mental

Clique aqui se quiser ler outro texto sobre Obesidade Mental, publicado no nosso blog em 2012

Tem gente que é muito pessimista com o estágio atual da humanidade. Eu já penso que a humanidade sempre foi tosca por natureza, porém tem reagido de formas inusitadas – recentemente - a questões que simplesmente inexistiam, como por exemplo, o excesso de informações.
"As pessoas se viciaram em estereótipos, em juízos apressados, em ensinamentos tacanhos e em condenações precipitadas. Todos têm opinião sobre tudo, mas não conhecem nada. João César das Neves". 
É verdade, mas ainda assim eu fico me perguntando: Em qual época conhecida da humanidade foi diferente? Se há problemas que são muito atuais, como o preconceito ou a estupidez, isso se deve mais à REAÇÃO do espírito humano ante recursos tecnológicos recentes, do que aos próprios recursos tecnológicos.
 O homem não é eterno, mas o espírito humano o será enquanto um de nós pisar neste planeta. Portanto não posso deixar de crer que a superficialidade e o preconceito sempre acompanharam o espírito humano desde os seus primórdios.
Não posso crer que em algum momento da história da humanidade houve alguma civilização em que as pessoas procuravam conhecer algo antes de julgá-lo, ou que tenham deixado de se ocupar com bobagens para se ocupar com causas mais nobres, se não precisassem se ocupar integralmente para conseguir o que comer, onde se abrigar, continuar sobrevivendo.

Ronaud Pereira

Obesidade mental (http://www.ronaud.com/vida/obesidade-mental/)

UM BOM INÍCIO DE SEMANA!
BEIJOKAS SURTADAS,
REGINA