20 de ago de 2014

A política do pão e circo

IMAGEM


Quem de nós já não ouviu falar da politica do pão e circo, muito famosa na Roma antiga por ter sido criada e usada por seus governantes para conseguir manter seu poder e autoridade em relação à população de época.
Para quem não sabe o que era isso vamos detalhar bem rápido o que significa essa politica.
Quando se tinha problemas, seus governantes faziam uso de diversas artimanhas para aplacar a revolta do povo, sendo usado para isso, show de circo, duelo de gladiadores, feras, espetáculos de teatro e por ai vai, sem esquecer, da distribuição de alimentos, sendo que com estas atitudes a população se acalmava e seus governantes mantinha o controle da situação.
Passando para os dias atuais, percebemos que a situação vivida na antiga Roma é muito idêntica ao que vivemos em nosso dia a dia em nossos pais.
Percebemos no cotidiano de várias cidades que existem diversos problemas que geram grandes problemas sociais, Podemos incluir como problemas, a falta de condições mínimas de sobrevivência, falta de assistência médica, a falta de moradia, a falta de empregos, falta até do que comer mesmo, entre outros mais.
Podendo definir que a condição da grande maioria da população é de uma vida de dificuldades, lutas e sofrimentos para sobreviver.
Podemos em algumas situações ver e presenciar que muitos governantes procuram adotar medidas de uma maneira em geral, para manter a população calma submissa e sempre a seu favor, principalmente, quando esta mesma população nota que nem tudo vai bem, que ela tem e quer reivindicar seus direitos, quando esta abandonada e por ai vai.
Para evitar que essa mesma população crie problemas como reclamações, cobranças, divergências, que seja mais fiscalizadora e atuante, esses governantes criam mecanismos para acalmar e controlar essa população. Uma destas maneiras é a politica do pão e circo.
São criados eventos, shows, festas para que a população se divirta e esqueça pelo menos naquele momento a real situação por que passa.
São criados programas para distribuição de diversos itens, tais como cestas básicas, remédio, inclusive dinheiro mesmo, quantos programas tipo “Bolsa Família” existem por ai. Que na verdade ilude e engana os que são economicamente desfavorecidos e que na opinião destes que recebem este agrado deixa-os muito felizes e agradecidos.
O motivo de dar dinheiro, alimentos, entretenimento ao povo é muito das vezes uma forma de se manter no poder e ao mesmo tempo fazer valer seu poder.
Nada mais é que o mesmo que os imperadores ao darem pão aos romanos. Enquanto fazem maracutaias, armações e manipulam a situação a seu favor, desviando assim o foco das coisas mais importante, principalmente, quando a situação não esta boa para estes governantes.
Podemos ver isso acontecendo em todas as esferas do poder, seja, no federal, estadual e principalmente no municipal, hoje em dia na politica, isso é muito usado de várias maneiras, sendo que, nada mais é do que distrair a população com mimos e agrados gratuitos visando sempre alguma coisa.
Podemos notar também que em muitos casos, este tais programas sociais poderiam até fazer seu papel verdadeiro se fossem aplicados os recursos necessários para a manutenção e aperfeiçoamento da educação, da saúde, do bem estar social e principalmente da erradicação da pobreza em que vivem muitas pessoas.
Poderiam também desenvolver programas de apoio aos jovens que chegam ao mercado de trabalho, não que não existam, mas que poderia ser melhores, trabalhar mais a questão da qualificação profissional e mão-de-obra qualificada, fornecendo cursos e uma ajuda concreta para seu desenvolvimento profissional.
Você não acha que é preciso repensar este modo de agir de nossos governantes?
Notamos que hoje se discute mais o resultado de uma partida de futebol, o final de uma novela, um show ou evento do que assuntos que muitas das vezes fazem parte e influenciam em nossas vidas diretamente. Deixamos-nos levar por estas distrações e somos enganados, quanto à resolução de alguns problemas e situações que nos afetam diretamente.
Através destas artimanhas, consegue-se por estes governantes um efeito politico importante sobre a população, o efeito de letargia, ou seja, um efeito de entorpecimento, uma indiferença, os problema são deixados de lado e esquecidos e só lembramos-nos dos resultados do futebol, da novela, do show.
É necessário e urgente que todos nós tenhamos a consciência de que esta situação precisa e deve ser mudada, não que isso seja uma coisa fácil de conseguir, mas precisamos e devemos passar a ver e compreender algumas destas armações destes governantes.
Temos que ter em mente que se queremos mudar, somente mudaremos com mais educação, inteligência e principalmente vontade de resolver esta situação. Temos e devemos compreender que esta maneira de agir com esta politica do assistencialismo barato nada trás de benefício verdadeiro para as pessoas, muito pelo contrário, estimula a safadeza e cria mais problemas ainda, muitos se aproveitam disto parar levar vantagem sobre os que realmente trabalham e produzem.
Necessitamos de governantes que realmente sejam transparentes em suas atitudes, e que não tirem proveito da deficiência de seu povo em detrimento de seu bem pessoal.
Tarefa difícil hoje em dia, mas não impossível basta querermos e ficar atentos.Marcelo MArtins
BEIJOKAS SURTADAS,