8 de nov de 2014

CANTEIROS, por Fagner
Trata-se de uma canção com melodia de Fagner, cuja letra nos quatro primeiros versos, foi escrita utilizando-se (de forma ilegal) de uma estrofe do poema “Marcha” de Cecilia Meireles, cujo texto foi modificado para se adequar melhor a sonoridade da melodia. Esta questão já foi resolvida na justiça e Cecília Meireles foi reconhecida como co-autora da música. A segunda quadra é de autoria do próprio Fagner seguindo a mesma temática. Quanto a terceira quadra: Eu ainda sou bem moço pra tanta tristeza (…) são versos de autoria do ccompositor Belchior na canção Hora do Almoço. Vencedora do Festival Universitário da Música Popular, TV Tupi do RJ, 1968. Utilizados na gravação como música incidental (provavelmente com autorização do autor, assim como os versos de Águas de Março de Tom Jobim.) Por Valdir Silva.

BOM FINAL DE SEMANA!
BEIJOKAS SURTADAS,
REGINA