18 de dez de 2014

PÉROLAS DA VIDA;;;;

 

Fico pensando se viver não será sinônimo de perguntar.
A gente se debate, busca, segura o fato com duas mãos sedentas e pensa: Achei! Achei!
Mas ele escorrega se espatifa em mil pedaços, como um vaso de barro coberto apenas por uma leve camada de louça.
A gente fica só, outra vez, e tem que começar do nada, correndo loucamente em busca dos outros vasos que vê. Cada um que surge parece o último, mas todos são de barro, quebram-se antes que possamos reformular as perguntas.
E começamos de novo, mais uma vez, dia após dia, ano após ano.
Um dia a gente chega à frente do espelho e descobre: Envelheci!
Então a busca termina. As perguntas colam no fundo da garganta, e vem a morte.
Que talvez seja a grande resposta . A única.
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
Por que, Senhor meu, permitiste que eu tentasse
fugir da minha pequenez?
Por que me deste todos esses sonhos muito
maiores do que eu?"
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
"Venha quando quiser,
ligue,
chame,
escreva...
tem espaço na casa
e no coração,
só não se perca de mim.”
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
"Eu constantemente sinto saudade
das coisas que perco,
mas não as quero de volta.
Já doeu uma vez."
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
...Uma pessoa não é um doce que você enjoa ,
empurra o prato, não quero mais ...
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
Quero dividir meu olhar, desaprendi de ver sozinho...
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
"Você tem tanta vontade de chorar, tanta vontade de ir embora. Para 
que o protejam, para que sintam falta. Tanta vontade de viajar para bem
longe, romper todos os laços, sem deixar endereço. Um dia mandará um
cartão-postal, de algum lugar improvável. Bali, Madagascar, Sumatra.
Escreverá: penso em você."
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
To exausto de construir e demolir fantasias ,
Não quero me encantar com ninguém ...
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
“Tinha desejos violentos,
pequenas gulas, urgências perigosas,
enternecimentos melados,
ódios virulentos, tesões insaciáveis.
Ouvia canções lamentosas,
bebia para despertar fantasmas distraídos,
relia ou escrevia cartas apaixonadas,
transbordantes de rosas e abismos.”
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 
Só eu sei que cheguei a humildade máxima que um ser humano pode atingir : confessar a outro ser humano que precisa dele para existir.
E no momento em que se confessa a precisão, perde-se tudo, eu sei.
 
 .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.• .✽¸✽¸.•
 

“Tem umas coisas que a gente vai deixando,
deixando, deixando de ser e nem percebe.
Quando vê, babau, já não é mais.”

*Caio Fernando Abreu*


É ISSO AÍ GENTE!
TIA LUCI ESTAVA INSPIRADA!!!
LEMBRO QUE GUARDEI ESSE MATERIAL PORQUE NÃO CONSEGUIA COPIAR...
AGORA DEI UM JEITO...kkkkk
BEIJOKAS LUCI!
VALEU POVO SURTADO!
BEIJOS REGINA