26 de out de 2015

POVO CHATO!!!




Todo mundo sabe que existem os chatos. Aliás, nesse exato momento, algum deve estar olhando para você...e você rezando para a 'criatura' não chegar mais perto ou vir falar com você!
O mundo real é cheio de pessoas chatas, algumas sem noção da própria chatice, outras fazendo questão de demonstrar. Para todos esses sempre há a solução de sair de perto, cair fora, zarpar no próximo navio, fingir que não existe...enfim, como eu disse sempre tem uma solução e se possível sem enfrentamento.
Aliás, no mundo real o medo de passar ridículo por ser chamado de chato ou chata (não esqueci das meninas, não!) faz com as pessoas tenham receio de demonstrar sua chatice ou burrice ou seja lá o que for, e com isso evitam passar constrangimentos. De qualquer forma, essa gente tem uma certa discrição nas suas ações, mas continuam chatas e quando não podem falar, demonstram fisicamente. Até aí tudo bem, basta você se afastar que o povo chato fica falando ou representando com as paredes...
No mundo virtual, mesmo quem você conhece consegue ser mais chato que na vida real. Alguns vão pensar que basta bloquear, deletar ou algo do gênero e o assunto estará resolvido!
Ledo engano, cara leitora surtada ou cara leitor surtado!
Aí que mora o perigo! Você bloqueia um chato e aparecem mais dez para te atazanar!
Nem com oferenda na encruzilhada a coisa resolve.
Vejam bem, vivemos dentro das redes sociais ou no xarope do WhatsApp, vulgo ZapZap de agora em diante, e temos acesso a infinitas informações e opiniões e o que era para ser uma coisa salutar, se torna um porre de cachaça quente.
Sempre tem um para reclamar, se alguém pede explicações e você dá, nunca é suficiente, se você não explica nada e deixa o povo no vácuo, você é egoísta; se apareceu não sei quem, está gorda ou magra demais; Fulaninho se separou vem uma enxurrada de reclamações e exigindo explicações. Mas escuta, eu me separo e ainda tenho que ficar ouvindo desaforo e sermões pela Rede? Vem cá, te conheço?
Não querendo tirar o meu da reta, eu mesma reclamo horrores, sou chata de carteirinha e sabe como eu sei disso? Dentro de casa, com a minha família, fora desse ambiente sou apenas uma velha louca e simpática, que além de tudo é professora. Olha que beleza!
A pobre da pessoa que aguenta as minhas chatices sou 'euzinha' apenas, o restante tenho pena e respeito, portanto fico de boca fechada!
Agora a última novidade no quesito originalidade de reclamações é a prova de redação do ENEM...porque foi um tema controverso, que não deveria, que foi feito para doutrinar os alunos, que é de esquerda, que é criticado pela direita... mas enfiar no centro e ficar de boca fechada ninguém quer!
Vão para puta que os pariu, povo chato do 'carvalho'! Procurar o que fazer não fazem né?!?
A questão que fica é que um começa a reclamar e todos seguem e divulgam as mais novas e variadas versões de reclamações, de forma grotesca, sem noção, cheia de preconceitos e, muitas, vezes, com a boca espumando de raiva.
Chega uma hora que você desiste da internet, tamanha a chatice das pessoas que se arvoram os baluartes da retidão, do bom comportamento, da honestidade e qualquer coisa mais...
Na realidade, na minha opinião, são uma cambada de gente frígida e mal-amada, que guardou (e guarda ainda) ressentimentos, coisas não ditas no mundo real (ou não feitas), que possuem um amargor na alma que - como um sentimento de possessão - só consegue expulsar seus demônios vomitando besteiras na rede ou no zapzap. Não vou nem entrar no mérito das pessoas chatas e de péssimo caráter, isso daria um outro poste!
Na realidade, já nem sei mais nada...
Vou parando por aqui porque sou apenas uma surtada, mas não quero ser chata!
Beijokas surtadas povo!
REgina