29 de mai de 2013

Alguns mitos e verdades sobre as bebidas alcoólicas

imagem


Ressaca
1) É verdade que um copo de cerveja cura a ressaca?
Do ponto de vista médico é um erro. De fato, pode aliviar o mal-estar momentaneamente, por dois motivos: os sintomas da ressaca são semelhantes aos da abstinência alcoólica e a cerveja contém magnésio, mineral que se desperdiça com a ingestão de álcool. Mas trata-se de um ciclo vicioso: ao beber, perde-se mais líquido, o que leva a nova perda de minerais.
2) Tomar comprimidos efervescentes evita realmente a ressaca?
Geralmente, a fórmula desses comprimidos inclui antiácido, antiinflamatório e analgésico, o que pode aliviar principalmente a dor de cabeça. Mas os efeitos da ingestão de álcool e os sintomas cognitivos, como sonolência e perda de reflexos, não passam com o remédio
3) O café corta os sintomas do consumo excessivo?
A cafeína é um estimulante do sistema nervoso central e, por isso, acaba revertendo um dos efeitos da bebida alcoólica: a sonolência. Isso não quer dizer que, entretanto, que a pessoa esteja liberada para dirigir depois de ingerir bebidas alcoólicas só porque tomou café. Até recuperar os reflexos e eliminar todo o álcool do corpo, são necessárias de 8 a 24 horas.
4) Se eu tomar uma ducha fria vai me deixar sóbrio novamente?
Somente o tempo elimina o álcool do organismo.
Bebidas alcoólicas e tolerância
5) Induzir o vômito reduz o teor alcoólico a ponto de a pessoa voltar a seu estado normal?
Não é verdade. Quando alguém percebe que bebeu em excesso isso é sinal de que a metabolização no organismo começou e que a bebida alcoólica já caiu na corrente sangüínea.
6) Vou beber esse tipo de bebida porque é mais fraca
Mito. Não existem bebidas fracas ou fortes. O que determina o estado de alcoolemia é a quantidade ingerida. O certo é que, quem bebe, diminui os reflexos e não pode, de maneira alguma, dirigir.
7) Bebida alcoólica é estimulante?
Mito. Na verdade, a sensação estimulante provocada nada mais é do que a diminuição da inibição.
8) Misturar bebidas pode deixar a pessoa alcoolizada?
 Mito: O que pode alterar o comportamento de uma pessoa é a quantidade não o tipo de bebida que ingeriu. Tomar bebidas de sabores diferentes, uma em seguida à outra, pode deixar a pessoa apenas mais enjoado porque os diferentes sabores geralmente não combinam. 
Efeitos das bebidas alcoólicas
9) Consumo de bebida alcoólica pode prevenir doenças neurodegenerativas como Alzheimer?
Não é verdade. O melhor é sempre uma análise individual de cada paciente quando se trata de relacionar consumo de bebida alcoólica a saúde. No caso da Doença de Alzheimer, um estudo de 2011 realizado no Instituto Central de Saúde Mental de Mannheim, na Alemanha, aponta que a ingestão pode estar associada à redução de demência e Alzheimer. Vale ressaltar que a pesquisa não menciona os motivos que tornaram a bebida benéfica com relação à proteção do cérebro contra a doença de Alzheimer. Além disso, as evidências positivas estão justamente associadas ao consumo leve ou moderado de bebida.
10) Os efeitos da bebida alcoólica no corpo da mulher são iguais aos do homem?
Mito. De maneira geral a ingestão da mesma quantidade afeta a mulher mais rapidamente do que o homem (mesmo levando-se em conta as diferenças no peso corporal). Isto ocorre porque a mulher apresenta menos água em seu corpo do que o homem e a bebida alcoólica, quando misturada à água do corpo, torna-se mais concentrada na mulher. 


BEIJOKAS SURTADAS,