28 de mai de 2013

Gente inconveniente...

IMAGEM

Sempre evitei certos assuntos aqui, por inúmeras razões de cunho pessoal, mas de uns tempos para cá esse é um assunto que vem me deixando muito, como direi? Puta da cara? Indignada? Estupefata?
Buenas, é tudo isso e muito mais!
Já pararam para pensar como as pessoas depois que bebem mudam? Ficam na maioria das vezes chatas, porém, existem aquelas que ficam além de chatas, desrespeitosas e inconvenientes.
Não me levem a mal, esse não é um daqueles textos para fazer apologia sobre os males da bebida. Até porque não tenho moral para isso, pois muitas e muitas vezes fiquei 'alta'; há anos não sei o que é isso, mas não vem ao caso. Não tenho por hábito pregar moral de cuecas, nem aqui, nem em lugar nenhum.
Mas estava pensando em alguns acontecimentos e me lembrando dos tempos que eu bebia... mesmo que não fosse um hábito, sempre tem uma época na nossa vida que passamos dos limites com a bebida e depois de uma certa idade, beber significa nada, apenas se for para fazer uma 'social' e olhe lá!
Que eu me recorde, e eu sempre me lembrava o que fazia e dizia, não importando a quantidade de bebida que consumisse, nunca ultrapassei os limites da vergonha, da educação e da dignidade.
O que vem ao caso aqui são àquelas pessoas que abusam da bebida, dizem que não são alcoólatras de jeito nenhum, que enchem o saco dos outros, faltam com o respeito, perdem a dignidade e depois de passada a bebedeira vêm pedir desculpas envergonhadas do que fizeram....dali alguns dias, fazem tudo de novo e o mesmo ciclo recomeça.
Minha vida inteira convivi e aturei gente bêbada. Sofri um monte em nome de família, amigos e amigos de amigos. Depois de um tempo me dei conta que não precisava desse tipo de gente do meu lado.
Mas o destino é caprichoso e sempre deu um jeitinho (pelo visto deve ser brasileiro também...) de colocar no meu caminho gente chata e podre de bêbada.
Pior, quando você dá um basta aos abusos verbais e posturas antissociais você se sente a pior pessoa do mundo porque não perdoou mais uma vez....Mas quer saber? Que vá tomar no rabo essa gente!
Fazem merda, são uns merdas e ainda se acham injustiçados, até porque nem bêbados são...não é verdade?
O que chateia mesmo é que muitas vezes você perde uma boa amizade, uma boa risada, uma boa conversa por causa dessa merda de vício! Por que algumas pessoas não sabem beber e você sai perdendo? Para as pessoas que não bebem, ou bebem pouco, ou seja, para aqueles que não são alcoólatras é muito difícil responder a isso e ainda ser humilhado, ter de achar graça no bêbado e como ele esquecer as merdas que teve de ouvir, porque se não fizer isso você perde amizade....
Pois bem, que se perca. Na realidade, você não perdeu nada. Você deixou de ser agredido verbalmente, deixou de passar vergonha, deixou de ser humilhado.
Mesmo que  saiba que ganhou muito mais, por se afastar de gente assim, sempre fica aquela sensação de que fez algo errado.
Da minha parte, nem pena eu tenho desse tipo de gente. Mesmo que sejam boas pessoas, são pequenos de alma. Não valem nenhum questionamento. Que o tempo e as próximas encarnações se encarreguem de torná-las melhor.
E eu? Bem que o destino poderia dar uma força e parar de mandar esse povo passar pelo meu caminho, acho que já paguei meus pecados...

BEIJOKAS SURTADAS,