12 de set de 2014

ARTE E EXISTÊNCIA

IMAGEM

Minha arte
É tecido da vida,
Morte da psicologia,
É rede de subjetividades,
De qualidades sem nome,
De seres que não são,
E de um vir a ser sem fim.


A arte de viver consiste em matar a psicologia ,criar consigo mesmo e com os demais individualidades , seres , relações , qualidades que não tenham nome. Se não se consegue isso na própria vida, ela não merece ser vivida. Não faço distinção entre as pessoas que fazem de sua existência uma obra e as que fazem uma obra em sua existência . Uma existência pode ser uma obra perfeita e sublime , e os gregos sabiam disso, enquanto nós o esquecemos por completo, sobretudo depois do renascimento.

Michel Foucault

BEIJOKAS SURTADAS,
REGINA