14 de ago de 2014

SEMANA DAS CRÔNICAS...


Estamos tão acostumados com nosso cotidiano cheio de problemas a serem resolvidos, dificuldades a serem vencidas , casos que por vezes, julgamos insolúveis, que não paramos um minuto sequer para contemplar a leveza, a suavidade, a beleza que nos cerca.
A vida pode ser muito mais do que aquilo que imaginamos. Não são somente os problemas que constituem nossa vida... existem as belezas que por vezes nos recusamos a ver quando insistimos em focar somente nas dificuldades.
Viver não é só acordar, se alimentar, trabalhar...
Viver é ser feliz, é se entristecer, é descobrir, é inovar...
Viver é buscar o equilíbrio entre o sonho e o real, considerando sempre o fato de que em algum momento melhor é caminhar por entre as nuvens e viver de céu, do que expor a própria alma á dureza dos momentos.
Viver é entrar diariamente numa constante batalha de escolhas a serem feitas, onde o protagonista da própria história ensaia malabarismos.
De uma forma ou de outra a gente sempre descobre um meio de ser feliz e dar á nossa vida, as cores ...
Cores... é isso que a vida precisa! De cores.
Uma vida em preto e branco é uma vida sem graça e sem desafios, viver com cores é viver com desafios todo o tempo! E eis um dos maiores desafios: Desafiar o que é comum.
Colocar cores em uma vida sem graça e sem sentido é coisa de gente corajosa ... gente que tem garra.. que rompe os próprios limites... gente que não se conforma.
Não existe vida mais ou menos, existe apenas viver e já que aqui estamos ... que pelo menos seja pleno ...que seja intenso.
É preciso intensidade... é preciso se apaixonar pela vida... e por fim casar-se com a própria existência.
Viver é amar e quem vive de amor é mais feliz... especialmente quando o amor é por si mesmo.Rosa de AvalonBEIJOKAS SURTADAS,